segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Abandonado


“71”, estreia do francês Yann Demange como realizador no Cinema, é uma descida ao início dos “Troubles” na Irlanda do Norte. O jovem militar britânico Gary Hook (Jack O'Conell) é mobilizado para Belfast e descobre que o conflito que é “em casa” está afinal muito distante. Depois de deixado para trás numa missão de apoio a uma rusga feita pela Royal Ulster Constabulary, inicia uma corrida pela vida onde descobre que o confronto entre católicos e protestantes tem muitos lados e que as fidelidades são flutuantes.

O filme arrasa com qualquer concepção romântica da guerra e da instituição militar, mas é o lado adolescente que mais se evidencia nesta dura lição de vida. A tenra idade de tantos combatentes, a sua proximidade pela vizinhança e a ingenuidade que se perde abruptamente, são um espelho da própria vida de Hook. Ele é um homem sozinho contra todos e, no fim de contas, o que interessa verdadeiramente é o seu irmão mais novo Darren. Uma criança que é toda a sua família e pela qual vale a pena lutar. O único motivo pelo qual tem que sobreviver.

Sem comentários:

Enviar um comentário