quarta-feira, 2 de setembro de 2015

A antiguidade europeia em revista


A quantidade de revistas de divulgação histórica que existe em França é impressionante e mesmo assim vão surgindo novidades. É o caso de “Antiquité”, a auto-denominada “revista da Antiguidade europeia”, cujo primeiro número acaba de sair.

As Edições Heimdal, que há 40 anos se dedicam à História, decidiram aumentar o seu número de títulos com uma nova revista trimestral dedicada à Antiguidade europeia, ou seja, da Proto-História à queda do Império Romano do Ocidente. Com 96 páginas a cores e muito ilustradas, o primeiro numero de “Antiquité” leva-nos a Évreux e Vieil-Évreux, uma cidade e um santuário do noroeste da Gália romana, recorda-nos a vida de Antonino, o Pio, símbolo da virtude romana, nos dois artigos que abrem esta publicação. Destaque também para a secção dedicada aos exércitos da Antiguidade, com um artigo sobre o hoplita em Maratona e outro sobre o exército romano de Augusto. De referir, ainda, o artigo sobre a Idade do Ferro na Escandinávia, bem como os sobre o vinho gaulês e as vestais.

Para além das secções dedicadas à arte antiga, aos mitos e lendas e à cozinha antiga, há páginas dedicadas ao “museu do imaginário”, onde se podem ver várias peças antigas que são hoje vendidas em leilão. Uma nota negativa para a secção de livros, muito pequena e onde as publicações sugeridas são todas da mesma editora e – pasme-se – escritas em inglês, o que é no mínimo incomum para uma revista francesa. Na introdução a essas duas páginas, é dito que “ainda que o essencial das publicações sejam na língua de Albion, os não-anglófonos poderão apreciar as obras graças às numerosas ilustrações inéditas”. O que é uma forma airosa de mandar os leitores “ver os bonecos”... Tirando este pormenor, esta é uma revista com grande potencial para se tornar mais um título de referência na divulgação histórica. Espera-se que, à semelhança do que acontece com tantas publicações francesas do mesmo género, venha a ser vendida em quiosque no nosso país.

Sem comentários:

Enviar um comentário