segunda-feira, 21 de julho de 2014

História no Brasil

A contrastar com as revistas brasileiras medíocres que se vendem em Portugal, a “Revista de História da Biblioteca Nacional” é uma publicação de qualidade que se dedica à divulgação histórica, mas que não está disponível nas bancas portuguesas. As nossas distribuidoras bem deviam rever o que importam do outro lado do Atlântico.

Centrada na História do Brasil, a “Revista de História da Biblioteca Nacional” destaca-se das demais publicações brasileiras por não recorrer a traduções ou a modelos importados e por ter entre os redactores vários historiadores responsáveis pela investigação dos temas tratados.

Bem paginada com uma composição gráfica apelativa, a “Revista de História da Biblioteca Nacional” conjuga os conteúdos com a boa apresentação, oferecendo aos leitores artigos acessíveis ao grande público.

A edição de Junho deste ano tem como tema central a obsessão da república brasileira pelos grandes eventos e faz a pergunta incómoda: “Quem paga a conta?” Na apresentação deste ‘dossier’, Bruno Garcia refere-se à realização do Campeonato do Mundo de Futebol no Brasil, afirmando que a “Copa mais cara do mundo reforça experiência brasileira de sediar grandes eventos para favorecer poucos”.

De seguida podemos ler o artigo do investigador português do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa José Pedro Zúquete sobre os “black blocs”, os elementos da esquerda radical que utilizam uma táctica descentralizada e sem hierarquia para protestar violentamente contra o capitalismo e a globalização corporativa.

Destaque para o artigo sobre Georgina de Albuquerque, uma das precursoras brasileiras da pintura impressionista, e o artigo sobre a tradução da poesia clássica, grega e latina, no Brasil, nomeadamente o papel do patriarca da tradução criativa, Manuel Odorico Mendes, que inspirou Haroldo de Campos. De referir ainda os artigos sobre a relação entre o poder político brasileiro e o futebol, de entre muitos outros, para além das secções habituais. Por fim, para os interessados, a “Revista de História da Biblioteca Nacional” disponibiliza muitos dos seus artigos na Internet.

Sem comentários:

Enviar um comentário