sexta-feira, 7 de março de 2014

Tenho que ver este filme!


Tenho visto pouco cinema, infelizmente. Mas há um filme em cartaz que não posso perder. Falei com dois amigos sobre "A Grande Beleza", de Paolo Sorrentino, e fiquei convencido. A seguir, li o que escreveram e comecei a ficar impaciente.

Diz o Eurico que "é um filme sobre um mundo que está a perder todo o sentido e a desabar no meio de uma girândola de mundanidades vácuas, de um desfile de ridículos pseudoartísticos e anticulturais, de uma galopante esterilidade espiritual, de um arrefecimento global dos valores e das relações humanas". Já para o Paulo, "é um tratado sobre a decadência (que também é arte, não?), criação do homem (divina?), e sobre o labirinto de como se aceder à verdadeira beleza, à que não passa nem por cirurgias plásticas nem por fatos à medida, artistas de vanguarda e moralistas de partido. À que está fechada a 'sete chaves' mas à guarda de alguém misterioso, elegante e… coxo. À que só os bafejados pela capacidade de peregrinarem às raízes do «eu» conseguem almejar".

Para agravar a coisa, tudo se passa numa das cidades por que me apaixonei. Resumindo: tenho mesmo que ver este filme!

Sem comentários:

Enviar um comentário