sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Diálogos bibliófilos (V)


— Quando acho que tenho muitos livros lembro-me de um Amigo que tem mais de 40 mil volumes! — disse o bibliófilo à bibliófila.

— Agora sim, não resisto a Almada: “Entrei numa livraria. Pus-me a contar os livros que há para ler e os anos que terei de vida. Não chegam! Não duro nem para metade da livraria! Deve haver certamente outras maneiras de uma pessoa se salvar, senão… estou perdido.” — respondeu ela.

1 comentário: