terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Direita?


A propósito da estafada discussão sobre a definição de esquerda e direita, lembro-me do saudoso Rodrigo Emílio. No seu manifesto "Por uma Direita Moderna... Muito Antiga", onde caracteriza o "animal de direita", escreve uma frase que recordo sempre quando oiço os actuais direitinhas de serviço e o seu discurso politicamente correcto: «continua a haver, na verdade, uma direita propriamente dita e uma direita impropriamente dita, sendo que a direita propriamente dita é, quanto a mim, a direita que não convém à esquerda: e é essa, e essa mesmo — essa e não outra —, a direita a que pertenço, de corpo e alma, e de alma e coração.»

Sem comentários:

Enviar um comentário