terça-feira, 14 de janeiro de 2014

A Europa dos funcionários


"Definir o conceito estratégico da União é o problema que exige atenção responsável e decisão, o que impedirá que a realidade seja colocada em suspenso pela questão de saber o que farão os empregados da troika, cujas deslocações, programas e opiniões directivas devem ser respeitosamente acatados pelos povos que os não escolheram, e pelos governos que foram eleitos para, nos Conselhos da União, defenderem um conceito estratégico sem o qual a crise apenas variará de definição, ou apenas de nome. Só por uma atitude criativa de governantes, não de funcionários, a Europa será uma realidade com voz no mundo."

Adriano Moreira
in "Diário de Notícias"

Sem comentários:

Enviar um comentário