quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Naturalmente


A propósito da possibilidade de Fernando, médio brasileiro do FC Porto, jogar por Portugal e de Diego Costa por Espanha, o ex-internacional português Luís Figo voltou a manifestar-se contra as naturalizações, declarando a uma rádio espanhola: "Não mudo de opinião sobre isso. Eu venho da formação e estou a favor desta, digam o que disserem as leis e o mundo globalizado. Mas não tenho nada contra aqueles que jogam por Portugal e não são portugueses. Se me perguntarem a mim, diria que não estou a favor por que tira um lugar a um jovem da formação."

Acontece que o futebol-negócio pouco se importa com a formação, preferindo o mercado internacional (i.e. globalizado), da mesma forma que entende as selecções nacionais como clubes, que apenas devem proporcionar um espectáculo. Pouco lhes importa que representem o país. Pior, é coisa que os incomoda.

Devemos ser contra o desporto naturalizado? Naturalmente.

1 comentário:

  1. Boicote à UEFA e à FIFA: duas ORGANIZAÇÕES NAZIS!!!
    Por um lado, estas organizações perseguem/acossam qualquer indivíduo autóctone que defenda o Direito à Sobrevivência da sua Identidade (é acusado de ser racista)… por outro lado, apoiam os nazis que andam por aí numa busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros!...
    [nota: nazismo não é o ser 'alto e louro', bla bla bla,... mas sim a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros!]
    .
    Os 'globalization-lovers' nazis que andam por aí… buscam pretextos... para negar o Direito à sobrevivência das Identidades Autóctones.
    Pelo contrário, os separatistas-50-50 não têm um discurso de negação de Direito à sobrevivência de outros... mais, os separatistas-50-50 não são anti-imigração -> os separatistas-50-50 apenas reivindicam o Direito à Sobrevivência da sua Identidade!...
    Não-nativos já naturalizados estão com uma demografia imparável… leia-se: os 'parvinhos-à-Sérvia' - vide Kosovo - que fiquem na sua…
    Resumindo: antes que seja tarde demais, há que mobilizar aqueles nativos europeus que possuem disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência... e... SEPARATISMO-50-50!

    ResponderEliminar