sexta-feira, 25 de outubro de 2013

“A nossa civilização está em vias de desaparecer”


A frase acima traduz o essencial da entrevista concedida por Jean Raspail à revista francesa «Valeurs Actuelles», publicada na edição desta semana. Aqui fala sem rodeios da questão da imigração, alertando para a gravidade da situação, para a dissimulação do problema por parte dos políticos, no esgotamento do modelo de integração, na impossibilidade de assimilação dos imigrantes e nas soluções que a Europa tem para fazer face a estas migrações. Uma entrevista lúcida e corajosa, de leitura obrigatória.

Em 1973, saiu “Le Camp des Saints”, que seria traduzido e publicado em Portugal pelas Publicações Europa-América, em 1977, com o título “Mortos: 200 Milhões - Todos Nós”, a sua obra mais famosa e polémica. Neste livro premonitório, Raspail imaginou a submersão da Europa por uma multidão de imigrantes do Terceiro Mundo. Como já escrevi, perante o que assistimos diariamente,“deixou de poder ser considerado ficção”.

Sem comentários:

Enviar um comentário