terça-feira, 2 de julho de 2013

Palhaçada


São os que mais falam em "interesse nacional" aqueles que demonstram a maior irresponsabilidade perante o futuro de Portugal. Todos: da esquerda à direita. Dos partidos que assinaram o memorando com a 'troika' aos que sempre tentaram parar o País, acabando (ou começando?) no Presidente da República, convenientemente distante e sem coragem para intervir.

Isto é uma palhaçada... cada vez mais triste.

1 comentário:

  1. -> A recente chamada de António José Seguro e do próprio Paulo Portas à reunião anual do Grupo Bilderberg já deixavam antever este cenário...
    .
    -> Um caos organizado por alguns - a superclasse (alta finança - capital global) pretende 'cozinhar' as condições que são do seu interesse:
    - privatização de bens estratégicos: combustíveis... electricidade... água...
    - caos financeiro...
    - implosão de identidades autóctones...
    - forças militares e militarizadas mercenárias...
    resumindo: estão a ser criadas as condições para uma Nova Ordem a seguir ao caos - uma Ordem Mercenária: um Neofeudalismo.
    {uma nota: anda por aí muito político/(marioneta) cujo trabalhinho é 'cozinhar' as condições que são do interesse da superclasse: emissão de dívida e mais dívida, implosão da identidade autóctone, etc...}
    .
    .
    .
    Anexo
    Para 'cortar' com as regras da superclasse (alta finança - capital global), há que:
    1-> retirar poderes aos políticos (um sistema menos permeável a lobbys); ex: auto-estradas 'olha lá vem um', nacionalização de negócios "madoffianos" (ex: BPN), etc… ora, como é óbvio, o Contribuinte tem de defender-se: "O Direito ao Veto de quem paga" [blog 'fim-da-cidadania-infantil'].
    .
    2-> chamar a participar (nota: quando existe um buraco financeiro num banco...) os accionistas, os obrigacionistas e os depositantes... e não... o contribuinte.
    Contrariando os interesses da superclasse, deve existir uma Banca pública forte... por motivos óbvios: É MUITO MAIS FÁCIL DE CONTROLAR um ou outro abuso de um gestor público... do que... os buracos (sem fim à vista) 'cavados' pela alta-finança (capital global).
    .
    3-> garantir o Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones... ou seja: há que mobilizar aqueles nativos que possuem disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência [nota 1: os 'parvinhos-à-Sérvia' (vide Kosovo) que fiquem na sua...; nota 2: os 'globalization-lovers' que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa]... ver blog "SEPARATISMO-50-50!".

    ResponderEliminar