quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Casamento zombie

Foi na sessão de abertura da 6.ª edição do MOTELx, o Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, na sala maior do Cinema São Jorge, completamente lotada, que foi projectado “REC 3: Génesis”, o mais recente filme da série de terror espanhola iniciado com “REC”, em 2007.

Paco Plaza está desta vez sozinho como realizador deste filme que, ao contrário dos dois primeiros, não assenta em filmagens encontradas. Tem uma primeira parte filmada por uma das personagens com uma pequena câmara de vídeo, um primo convidado ao casamento de Koldo e Clara, mas depois é filmado numa perspectiva cinematográfica e não na primeira pessoa.

O grande dia para este casal de apaixonados, que foram feitos um para o outro, vai ser muito diferente do que eles esperavam. Durante todo o início do filme, assistimos a um casamento espanhol, com uma série de personagens típicas que servem para uma óptima e divertida critica social. Do tio bêbedo ao amigo mulherengo, passando pelo avô surdo, há uma série de momentos cómicos muito bem conseguidos.

Mas a festa vai azedar e, de um momento para o outro, um surto infeccioso vai começar a transformar os presentes em ‘zombies’. Koldo e Clara acabam por separar-se no meio da confusão que se instala, mas os seus corações dizem-lhes que as suas caras-metades continuam vivas. Não descansam enquanto não se encontram. Mas será que conseguirão escapar ilesos dos mortos-vivos que os perseguem?

Um filme divertido que, apesar de alguns momentos ‘gore’, não representa aquele estilo do terror assustador, mas antes um registo cómico.

Entretanto, está já previsto um quarto filme, que encerrará a série, intitulado “REC 4: Apocalipse”. [publicado na edição desta semana de «O Diabo»]

Sem comentários:

Enviar um comentário