quinta-feira, 19 de abril de 2012

Todos diferentes...

Ao contrário do que afirmava Charles Darwin, as expressões faciais não são universais. Esta é a conclusão de um estudo científico levado a cabo pela equipa da psicóloga Rachael Jack, da Universidade de Glasgow, na Escócia. Segundo a notícia do jornal Público, publicada na edição do passado dia 17 de Abril, para os europeus, as expressões faciais das seis emoções básicas utilizavam grupos de músculos bastante distintos. Enquanto isso, nos asiáticos há uma grande quantidade de sobreposição nos músculos usados nas emoções — principalmente no caso da surpresa, do medo, nojo e raiva. Rachael Jack não tem dúvidas: “Mostrámos que as expressões faciais não são universais, como toda a gente pensa desde o trabalho fundador de Darwin”.


Mais informações na página da Universidade de Glasgow.

1 comentário: