segunda-feira, 5 de março de 2012

O estudo da História (II)


É um tema ao qual regresso eternamente. Ainda há pouco tempo falei dele aqui. Desta vez, ao ler o livro "Civilização - O Ocidente e os Outros", de Niall Ferguson, deparo-me com uma passagem que não resisti a reproduzir: "Durante os últimos trinta anos, incutiram aos jovens das escolas e universidades ocidentais a ideia de uma educação liberal sem a substância do conhecimento histórico. Ensinaram-lhes 'módulos' isolados, não lhes ensinaram narrativas e muito menos cronologias. Foram treinados na análise das fórmulas de excertos documentais e não na competência-chave de ler muito, de forma generalista e depressa. Foram encorajados a sentir empatia por centuriões romanos imaginados ou pelas vítimas do Holocausto mas não a escrever ensaios sobre os 'porquês' e os 'comos' das respectivas condições."

Sem comentários:

Enviar um comentário