domingo, 11 de dezembro de 2011

Guerra mediática (II)


A guerra mediática, como afirmei já aqui, é sempre usada quando é necessário diabolizar os inimigos e adversários, nomeadamente dos EUA. Agora, o incómodo é Putin e a Rússia que não cede a certos interesses. Assim, desta vez, para ilustrar os protestos populares e “violentos” dos que, em Moscovo, se opõem aos vencedores das eleições, a Fox News mostrou imagens dos confrontos em Atenas e a CNN cenas de violência devido a um jogo de futebol. A CNN pediu desculpa, a Fox News não. Tudo bem explicado pela RT, na peça acima.

Sem comentários:

Enviar um comentário