sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Corrigível

Uma das maiores trapalhadas que o famigerado Acordo Ortográfico produziu foi a confusão no ensino. A este propósito  leia-se o artigo de Francisco Miguel Valada, na edição de ontem do jornal «Público», intitulado "A anunciada revisão do Acordo Ortográfico", no qual recorda uma entrevista com o actual secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, na qual admitiu que o Acordo "é corrigível". Se bem que, para mim, a única "correcção" possível é a revogação de tamanho disparate.

2 comentários:

  1. Este acordo só tem uma correcção possivel,acabar com ele e . Ponto final parágrafo.

    ResponderEliminar