terça-feira, 7 de dezembro de 2010

No change

Já o afirmei aqui por várias vezes que, apesar da eleição de Obama, os EUA e o seu projecto de hegemonia mundial continuam iguais a si próprios. Vem isto a propósito da entrevista de Michael Hayden, director da CIA entre 2006 e 2009, deu ao «Expresso», intitulada "Obama actua como Bush". Diz ele: "(...) no que respeita à luta antiterrorista, há mais semelhanças que diferenças entre Obama e Bush, apesar das retóricas. Continuam as detenções por tempo indeterminado, não há habeas corpus para os detidos da Al-Qaeda em Baghram (Afeganistão), persiste o segredo de Estado, tal como os assassínios selectivos e os voos da CIA. Uma vez na Casa Branca, começam-se a ver as coisas doutra forma".

1 comentário:

  1. Se qualquer outra nação fosse alvo de ameaça terrorista faria as coisas de maneira diferente ? Não se chama hegemonia a isso, chama-se sobrevivência.

    ResponderEliminar