sábado, 20 de fevereiro de 2010

Substituição demográfica

"Aquisição de nacionalidade portuguesa quadruplica". Esta foi a notícia mais importante da última semana e que passou quase despercebida. É o primeiro resultado da lei assassina aprovada em 2006. Some-se agora ao aumento exponencial de "portugueses" de papel, ao aumento da emigração de portugueses (que atingiu recentemente níveis iguais aos dos anos 60 do século passado) e à quebra de natalidade dos autóctones que contrasta com a fertilidade dos que para cá imigram. Está em curso um processo de substituição demográfica – aqui e no resto da Europa –, mas parece que está tudo mais ocupado com trivialidades...

3 comentários:

  1. "O primeiro ferrolho a ser destruído é a nação"... Rumamos ao abismo, à extinção. É simples aritmética. E todo muito muito contentinho.

    ResponderEliminar
  2. Exacto! Aproveito para saudar o regresso à blogosfera da nossa "voz argentina" que tanta falta fazia.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Bom, tenho auxiliado um amigo argentino a legalizar-se... infelizmente ele não consegue, cá por coisas parece-me que é por ter o tom de pele errado.

    ResponderEliminar