quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

O fardo das actrizes brancas


As notícias alertam para a descoberta de mais um "racista". Agora foi a vez da «Vanity Fair», depois de publicar na capa a fotografia das nove actrizes que considera as estrelas em ascensão de 2010. O "problema", para a brigada do pensamento único, é que são todas brancas... É o politicamente correcto no seu melhor (leia-se pior).

Muitos foram os que criticaram esta opção da revista, numa postura claramente racista, acenando com a velha solução da discriminação positiva. Parece que às actrizes, para serem boas, não basta terem talento, precisam também de melanina. Não vale a pena argumentar, já que esta gente se julga dona da verdade. Para a sua má disposição, resta aconselhar-lhes que vejam "A Princesa e o Sapo" ou o novo "Karate Kid".

Sem comentários:

Enviar um comentário