sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Kindle


No Natal passado ofereceram-me um Kindle, o leitor wireless da Amazon. Gostei muito, claro, mas suspeito que mo deram na esperança (vã) de reduzir os livros que começam a sobrelotar a casa. Foi engraçado observar as reacções dos meus amigos, desde os que se maravilharam e ponderaram comprar um, aos que me consideraram um herege, dizendo que era uma traição para um bibliófilo como eu.

Não me vou alargar aqui sobre o Kindle. Este apontamento vem a propósito da notícia do primeiro jornal português disponível neste formato, o «Público», que está de parabéns. Que outros sigam o seu exemplo.

Sem comentários:

Enviar um comentário