domingo, 27 de dezembro de 2009

Intolerâncias "esquecidas"

É o que podemos chamar às situações analisadas ontem no «Público», pela jornalista Margarida Santos Lopes, no artigo "Quando o apartheid religioso critica a islamofobia". Não interessam agora juízos de valor sobre as limitações nesses países muçulmanos. Interessa, sim, recordar que aqueles que pronta e rapidamente atiraram as pedras do "racismo" e da "xenofobia" aos suíços a proprósito da proibição da construção de minaretes "esqueceram" este pormenor. O "racismo" continua a ter apenas um sentido...

Sem comentários:

Enviar um comentário