quarta-feira, 3 de junho de 2009

Campanha do PNR em Alcântara

Hoje estive na acção de campanha do PNR em Alcântara, onde visitámos o respectivo mercado. Não foi a primeira vez que o partido aí se deslocou e o presidente, José Pinto-Coelho, foi reconhecido por vários dos vendedores, que manifestaram o seu apoio.

À saída, durante a distribuição de folhetos aos transeuntes, o cabeça-de-lista, Humberto Nuno de Oliveira, teve a oportunidade de falar com uma imigrante croata que vive no nosso país há vários anos, explicando-lhe que o PNR não é contra os imigrantes, mas contra uma política de portas escancaradas à imigração. Perante alguma resistência inicial, devida talvez às perguntas da imprensa, a jovem acabou por revelar que concordava com muitas das posições do partido, nomeadamente no que respeita aos limites à imigração, à UE e aos efeitos da moeda única. No entanto, afirmou que nunca votaria neste partido ou em qualquer outro, aqui ou no seu país, por considerar que os actuais políticos descredibilizaram totalmente o sistema representativo.

1 comentário: