sábado, 5 de julho de 2008

A arte está na rua


Há uma semana atrás dei de caras com um trabalho do meu amigo Devir em plena rua. Minutos passados, encontro-o. Dei-lhe os parabéns e falámos sobre muita coisa, como é usual, mas a conversa centrou-se na observação de que a quase totalidade dos transeuntes ignorava, pura e simplesmente, esta dádiva que ele havia deixado no nosso bairro. Um abraço e obrigado por esta brisa estética numa artéria tão movimentada da cidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário