segunda-feira, 28 de abril de 2008

Quatro anos

O dia do quarto aniversário desta casa fica marcado por uma diligência de interrogatório adiada. Assim vai “O Processo”...

Vendo que grande parte da esquerdalha continua agarrada aos “belos” objectivos de mandar “os fascistas para o Campo Pequeno”, lembro-me do poema de Martin Niemöller, repetido até à exaustão como demonstração de “anti-nazismo”. Seguro de que tais cobardes que sonham em ser carrascos não entendem — ou pior, não querem entender — o alcance dessas palavras, ensaio aqui a minha versão livre:

Quando vieram buscar os “nazis”, eles regozijaram-se e saudaram o sistema por ter alterado as regras para ser implacável em “casos especiais”.
Quando os vieram buscar a eles, espantaram-se e finalmente perceberam como tinham contribuído para o seu próprio fim.

E assim se cumprem quatro anos de blog — livre e anti-dogmático. Um local onde se preza a discussão séria de ideias e se cultiva o pensamento crítico. Amado, odiado ou ignorado, mas sempre fiel aos seus princípios e valores. Aos que por aqui têm passado, obrigado.

18 comentários:

  1. Parabéns, caro Duarte.
    Forte abraço.

    ResponderEliminar
  2. Abraço

    Legionário

    ResponderEliminar
  3. Parabéns e um forte abraço

    ResponderEliminar
  4. 4 anitos amigo. parabéns pela tua persistência e paciência :)

    ResponderEliminar
  5. Parabéns! E que a pena e a espada continuem afiadíssimas.
    Abraço amigo.

    ResponderEliminar
  6. Seguimos vivos e que venham muitos mais anos.

    PARABÉNS!

    ResponderEliminar
  7. Parabéns, Caríssimo Duarte.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. PARABÉNS!

    Alerta 1143

    ResponderEliminar
  9. Bater neles com toda a força!

    Cheguei ao blog via Alma Pátria:
    Estamos na mesma luta!
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  10. Grande abraço, Caro Duarte. Os cães ladram (até chegam a interrogar) e a Caravana passa.
    Sem ofensa para os canídeos, de que alguns são, igualmente, vítimas do regime.
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Não queria de deixar de te prestar uma justa homenagem - apesar de atrasada...
    Muitos parabéns e um forte abraço!

    Johnny

    ResponderEliminar