sexta-feira, 18 de abril de 2008

Delito de opinião

Brigitte Bardot está novamente debaixo do fogo da brigada do politicamente correcto. Para os guardiães do pensamento único há opiniões proibidas e como a consagrada actriz francesa e activa defensora dos animais não se coíbe de exprimi-las, está pela quinta vez em tribunal acusada de “incitar ao ódio racial”. Agora, por ter afirmado que a comunidade muçulmana em França “está a destruir o país e a impor as suas crenças aos franceses”, pode ser condenada a dois meses de prisão com pena suspensa e a pagar uma multa de 15 mil euros. Assim vai a liberdade de palavra na União (Soviética) Europeia...

1 comentário:

  1. É uma verdadeira "bigot" como diriam os filhso de Tio Sam.
    Allez, Brigitte!

    ResponderEliminar