domingo, 12 de novembro de 2006

Tudo como dantes?

Ainda no «Courrier Internacional», o dossier da última edição é sobre o Afeganistão, nomeadamente sobre como, passados cinco anos do afastamento dos talibãs, a situação pouco mudou, ou até piorou. A insegurança é constante, agravada pelos atentados suicidas, prática anteriormente inexistente no país. Os talibãs recuperam poder e influência, negociando com a população de algumas províncias desiludida com o governo, minado pela corrupção. Grande parte do auxílio internacional é desviado e uma das poucas melhorias visíveis é a construção de estradas. O negócio da droga vai de vento em popa, com a produção de ópio a aumentar 49% desde o início do ano, tornando o país produtor de 92% do total mundial. O Estado e o governo pouco intervêm na vida dos afegãos que continuam a ter como referências as estruturas tradicionais. Os jovens emigram para países vizinhos, como o Irão, e os mais qualificados para países ocidentais. No que respeita às mulheres, continuam a ser desrespeitadas e maltratadas, optando muitas pelo suicídio.

O Novo Imperialismo Americano no seu melhor...

1 comentário:

  1. Devolvam o país aos homens carago, e devolvam o Iraque ao Saddam e pronto, resolve-se tudo.

    Ná... nem assim... já estragaram, agora não vejo conserto.

    ResponderEliminar