segunda-feira, 27 de março de 2006

Um sistema para matar o povo

Encerrar maternidades ao mesmo tempo que se prepara para abrir mais as portas aos imigrantes: esta é a política do actual (des)governo. Os resultados desta política baseada no primado económico serão a submersão e consequente substituição demográfica do povo português. Mas que interessa isso aos pulhíticos que medem o futuro em função da duração das legislaturas?

Contra esta política, que considera criminosa, protestou hoje o Partido Nacional Renovador, através de um comunicado da sua Comissão Política Nacional. Haja quem tenha coragem de denunciar o assassinato, pouco a pouco, de um povo!

1 comentário:

  1. Sim, só alguém muito ingénuo é que pode achar que as duas notícias não estão relaciondas, que se trata de uma coincidência.

    ResponderEliminar