quinta-feira, 16 de março de 2006

Ainda Haia

Descredibilizado o TPI, essa “horrenda ficção da legalidade”, como o caracterizou o meu amigo Paulo, é tempo de repensar estas instâncias supra-nacionais e pseudo-imparciais. Ainda para mais porque, como é observável ao longo da História, o Direito Internacional baseia-se na força.

1 comentário:

  1. "...como é observável ao longo da História, o Direito Internacional baseia-se na força."

    Agora o Duarte acertou em cheio.
    Só não vejo é como é que essa situação possa ser modificada.
    Ou porquê...se sempre assim foi.

    ResponderEliminar